Google   
 
                                    

AS PRIMEIRAS INVENÇÕES DA HISTÓRIA

 

 

Quem foi o primeiro inventor da história?

          Isso ninguém sabe. O que a gente imagina é que um belo dia, na Pré-História, um homem das cavernas teve um “estalo”. Cansados de usar a própria mãos para tudo: comer, partir coisas, defender-se dos animais perigosos, ele resolveu usar um objeto, em vez das mãos. Assim, teria dupla vantagem : batendo com uma coisa dura num animal ou qualquer outro obstáculo, ele estaria aumentando a força do seu braço, além de poupar as mãos. E é bem provável que esse primeiro objeto usado pelo homem tenha sido um osso (fêmur) de búfalo. Pela sua forma e peso, ele serviu, ao mesmo tempo, como primeira arma e utensílio do homem.
            De qualquer forma, estas são apenas suposições, pois ninguém pode afirmar com certeza qual foi o primeiro invento do homem. Calcula-se que a primeira invenção dos primeiros utensílios ocorreu  em redor do ano 50 000  a.C. Aos poucos, o quase indefeso homem das cavernas foi-se armando para enfrentar o mundo tantas vezes hostil que o cercava. Assim, foram surgindo as lâminas de pedra, os machados de pedra lascada e os primeiros vasilhames feitos com crânio humanos. Esses primeiros inventos – que hoje pode parecer-nos brincadeiras de crianças – representavam, na verdade, grandes avanços do homem. Basta a gente lembrar que antes o homem nada possuía além do seu próprio corpo. E, na medida em que ia “botando a cuca para funcionar”, ia dominando a natureza, em vez de ser dominado por ela.
             
Depois, com a descoberta do fogo e a invenção da roda, estava iniciada a grande corrida para o progresso da espécie humana. Mas essas descobertas ou invenções não acontecia da noite para o dia: decorriam séculos, milhares de anos muitas vezes entre cada nova etapa vencida. O importante, porém, é que o primeiro passo fora dado: depois viriam os arados , os automóveis, a conquista da lua.